A hora é já!

Faz mais de 150 anos que o RH passou a existir como área, sua criação teve notoriedade durante a Revolução Industrial e de lá pra cá ocorreram mudanças importantes em sua atuação, mas percebo que ainda temos um longo caminho para que essa área foque realmente nas pessoas e esteja atenta a finalidade da sua existência.

Em meio a essas atualizações ouvimos falar de produtividade, gestão por competência, gestão de pessoas, pesquisa de clima, a pessoa certa no lugar certo (R&S), recompensa, gestão de talentos, assessment, os tantos programas de reconhecimento, qualidade, projetos, ou seja, a área tentando se reinventar ganhar seu espaço, ora acompanhando a tendência, ora criando um modelo, ou mesmo tentando manter-se.

A premissa de que o RH tem o papel de fazer com que a empresa dê certo por meio das pessoas, onde a finalidade é o resultado, ainda em outras palavras o lucro, razão de existir de todo negócio, precisa ser questionada. Será que essa equação tá mesmo certa? Não será que tá mais do que na hora de mudar essa crença? Não seria essa mais uma crença limitante?

Afinal, quem vem primeiro? O ovo ou a galinha?

Esse é o propósito desse texto, provocar um pensamento diferente nessa atuação. Tá mais que na hora de virar o jogo. A primeira e única razão não é o lucro e sim pessoas. Elas são a razão do negócio, sem elas não haveria nada. Um empreendedor que tenha capital para iniciar seu negócio não vai para frente se não somar pessoas a esse objetivo, se não engajar, se não vender seu sonho, se não sonharem juntos.

A hora é já de olhar pessoas como pessoas. Comece agora, faça essa diferença!


Sandra Carvalho - Psicóloga, Coach de carreira e escritora.

Autora do livro Eu Odeio o RH.

10 visualizações

Lesto Editora

CNPJ 32.436.882/0001-29

Rua dos Narcisos, 108 - sala 02